Archive for dezembro, 2009

Feliz 2010

ANO NOVO (Arnaldo Jabor)

O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho.
É viver cada momento e construir a felicidade aqui e agora.
Claro que a vida prega peças.O bolo não cresce, o pneu fura,
chove demais (perdemos pessoas que amamos)…
Mas, pensa só: Tem graça viver sem rir de gargalhar, pelo menos
uma vez ao dia?
Tem sentido estragar o dia por causa de uma discussão na ida pro
trabalho?
Eu quero viver bem… e você?
2009 foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas, mas também de
problemas e desilusões, tristezas, perdas, reencontros…
Normal…
Às vezes, se espera demais. A grana que não veio, o amigo que
decepcionou, o amor que acabou…
Normal…
2010 não vai ser diferente. Muda o século, o milênio muda, mas o
homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem
sempre é a que a gente deseja, mas, e aí? Fazer o quê?
Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que eu desejo para todos nós é sabedoria. E que todos nós
saibamos transformar tudo em uma boa experiência.
O nosso desejo não se realizou? Beleza… Não estava na hora,
não
deveria ser a melhor coisa para esse momento (me lembro sempre de uma
frase
que ouvi e adoro: “cuidado com seus desejos, eles podem se tornar
realidade”.)
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser
humano…
Mas, se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com
generosidade, as coisas ficam diferentes.
Desejo para todo mundo esse olhar especial!
2010 pode ser um ano especial, se nosso olhar for diferente.
Pode ser muito legal, se entendermos nossas fragilidades e
egoísmos e dermos a volta nisso.
Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos
entender o outro.
2010 pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, especial!
Depende de mim… de você.
Pode ser… e que seja!

Anúncios

dezembro 31, 2009 at 10:50 AM Deixe um comentário

reflexões

Quem sabe, ao refletir podemos concluir que, não há distância nesse mundo, pois somos uma só alma, uma alma livre, somos livres, portanto não possuímos as pessoas, temos apenas amor por elas e nada mais. Se amamos temos que deixá-las viver e serem felizes, pois quem quer possuir não ama verdadeiramente.

É preciso ter coragem para ser quem somos, é preciso recomeçar no caminho que nos leva para dentro, vencendo o medo imaginário, para se sentir seguro no inesperado e confiar no invisível, ir em busca de si mesmo, de se conhecer e de ser melhor.

Precisamos mergulhar fundo para encontrar o nosso ser real e depois de tudo isso, rir! Afinal, tudo é uma grande diversão, uma grande brincadeira. O que, de começo, nos leva a pensar que seja um drama é apenas o nosso modo de ver as coisas.

A vida vai nos mostrando oque nós mesmos criamos ao longo de nossos dias com o nosso PODER DE CRER.

dezembro 30, 2009 at 11:24 AM Deixe um comentário

Para conquistar algo, basta saber o se quer realmente conquistar. Depois de definido, é correr atras… e se o desejo for realmente verdadeiro não há duvidas de que o sonho se tornará realidade. Defina o que quer, o maior mal das pessoas é que elas querem tudo e não querem nada realmente.

dezembro 29, 2009 at 9:19 PM Deixe um comentário

dezembro 28, 2009 at 9:30 AM Deixe um comentário

Amor

Amor que é amor dura a vida inteita. Se não durou é porque nunca foi amor.
O amor resiste á distância, ao silêncio das separações e até as traições. Sem perdão não há amor. Diga-me quem você mais perdoou na vida, e eu então saberei dizer quem você mais amou.
O amor é equação onde prevalece a multiplicação do perdão.
Você percebe no momento em que o outro fez tudo errado, e mesmo assim você olha nos olhos dele e diz: “Mesmo fazendo tudo errado eu não sei viver sem você. Eu não posso ser nem a metade do que sou se voce não estiver por perto”.
O amor nos possibilita enxergar lugares do nosso coração que sozinhos jamais poderíamos enxergar.
O poeta soube traduzir bem quando disse: “Se eu nao te amasse tanto assim, talvez perdesse os sonhos dentro de mim e vivesse na escuridão. Seu eu nao te amasse tanto assim, talvez nao visse flores por onde eu vi, dentro do meu coração”!
Padre Fabio de Melo

dezembro 28, 2009 at 9:20 AM Deixe um comentário


days

dezembro 2009
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031